O Palais de Tokyo

Situado em frente ao Palais Galliera, o Palácio de Tóquio é a maior referência da Europa dedicada à arte contemporânea.

X
Book your stay
1 Adulto
0-11 anos
0-3 anos
Sem custos para as crianças de menos de 12 anos de idade
Entre em contato com a nossa recepção
para maiores informações
+33 (0)1 40 41 14 14 Custo das ligações locais
le palais de tokyo

O Hotel La Tamise, que faz questão de valorizar a arte sob todas as suas formas, lhe apresenta este espaço experimental inédito e que proporciona novas perspectivas artísticas. 

Um palácio dedicado à arte contemporânea

Originalmente, o Palácio de Tóquio (Palais de Tokyo) era um vasto edifício que fora criado na ocasião da Exposição Internacional de 1937 e destinado a acolher duas grandes instituições culturais: ao leste, o Museu de arte moderna da Cidade de Paris, ao oeste, o Museu Nacional de Arte Moderna. Foi preciso esperar até 1999 para que a parte oeste do edifício fosse exclusivamente dedicada a um lugar voltado à criação contemporânea: o Palácio de Tóquio. Seu nome refere-se à antiga denominação da atual Avenue de New York situada em frente ao palácio de Tóquio, o "quai de Tokyo". O Palácio abriu suas portas ao público em 2002, após importantes obras de reforma realizadas pelos arquitetos Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal que transformaram este lugar no mais vasto centro de arte europeu contemporâneo, com uma superfície de mais de 20.000m2. Com uma programação eclética e um real desejo de mudar a nossa visão acerca da arte, o Palais de Tokyo volta-se a todas as expressões artísticas. Essencialmente surpreendente e transgressivo, o Palácio de Tóquio é um lugar que onde "não pensamos sobre a arte, mas com ela, e onde esta nos transforma", como afirmou em 2011 o seu Presidente, Jean de Loisy.

 

Um lugar de vida

 

Por definição, o Palácio de Tóquio é um lugar vivo, pois dedica-se às exposições de artistas que ainda estão vivos. Situado bem próximo do hotel La Tamise, este lugar permite experimentar a arte atual sob todas as suas formas. Diante do palácio, no seu pátio, os passantes podem parar um instante para admirar a escultura  monumental de Antoine Bourdelle, La France. O Jardin aux Habitants, contíguo ao palácio, permite aos jardineiros cultivar uma parte do terreno. Dentro, a livraria do palácio lhe propõe consultar as maiores referências bibliográficas do setor artístico. Finalmente, este lugar de experimentação artística, que fica aberto até à meia-noite, também conta com  dois restaurantes que recebem os visitantes que desejam saborear um bom almoço ou jantar. 

Os favoritos da equipe

Mini Palais
" Uma decoração dotada de volumes generosos e um menu assinado por Eric Frechon, com seus pratos "autênticos" "
Avenue WInston Churchill - 75008 Paris.
Tel : +33 (0)1 42 56 42 42
Visite o website
Restaurante L'Ardoise
" Neste bistrô com paredes em tonalidades de ocre e amarelo, a mão culinária de Pierre Jay é simples e precisa. Seus pratos burgueses certamente irão encantar o seu paladar "
28, Rue du Mont Thabor - 75001 Paris
Visite o website